08/06/2013

Seminário debate a Cultura como Exercício da Cidadania




“É preciso pensar a cultura como política pública. Precisamos definir o papel que nos cabe e avaliar como o PMDB pode contribuir para a construção de relações libertárias para que a cultura se torne mais livre e mais autêntica. Este é o papel de um partido politico”, destacou o ex-prefeito José Fogaça na abertura do Seminário “O PMDB e a Cultura como Exercício da Cidadania”, que acontece neste sábado, 08, no Diretório Municipal do PMDB (Av. João Pessoa, 931). O Seminário é uma promoção da Coordenação de Cultura do Núcleo Comunitário do Diretório Municipal, com o apoio da Fundação Ulysses Guimarães.

 

O presidente da Fundação Ulysses Guimarães, deputado Eliseu Padilha, chamou a atenção para os dados apresentados pelo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). “O Brasil é o penúltimo país da América Latina em qualidade na educação. Não há conhecimento sem cultura e se não evoluirmos nesse sentido, cairemos cada vez mais no ranking da educação”, destacou o deputado.

 

O presidente do Núcleo Comunitário do Diretório Municipal, Roger Machado, destacou a importância da cultura ser uma bandeira do partido. “Não há como interagir com as comunidades sem falar em cultura”, afirmou.  Segundo Roger, este debate dará uma grande contribuição para que o PMDB possa construir e afinar o diálogo com as comunidades”, completou.

Evolução do espaço da cultura – Ditadura e censura, criação do Ministério da Cultura, movimento pela democratização, leis de incentivo à cultura, foram os temas abordados na manhã deste sábado por Antônio Hohlfeldt, José Fogaça, Esdras Rubim Ronald Radde, Deodoro Gomes e Victor Hugo.  Fogaça lembrou que durante a Ditadura Militar a arte precisava estar a serviço da transformação política. “A arte não tem que estar necessariamente a serviço de uma ideologia, a arte precisa ser produto dos sentimentos mais autênticos. A arte de criar hoje representa um processo de libertação”, afirmou.  Fogaça destacou que a arte hoje é algo muito mais livre e muito mais amplo. “Esta é a grande conquista das novas gerações”, ressaltou. 

Victor Hugo destacou a censura da intolerância existente hoje nas redes sociais. “Isso é preocupante em tempos de democracia e pós-modernidade. O PMDB precisa afirmar suas posições e não conviver com nenhum grau de intolerância”, alertou.

Participaram do seminário na manhã deste sábado o presidente do Diretório Municipal, vereador Valter Nagelstein, o presidente do Núcleo Comunitário do PMDB Estadual, Carlos Baltazar, coordenadores de Núcleos e militantes do partido.

Durante a tarde será realizado o painel “A estrutura e as possibilidades de financiamento com o Ministério da Cultura, no Governo do Estado e no âmbito municipal”, com Antônio Hohlfeldt, Adrian Dario Pajolchek, Dunya Shams e Laura Lautert.  Após o painel será realizada avaliação do evento, com trabalhos em grupos para elaboração de encaminhamentos para debates futuros.

 

Compartilhe:





<< Voltar
Logo PMDB Porto Alegre


PMDB - Partido do Movimento Democrático do Brasil



Rua Riachuelo, 421 - Centro - Porto Alegre, RS - (51) 3212-2436 - pmdb@pmdbportoalegre.org.br